badge
Sexta-feira, 18 de Abril de 2008

Não me apetece

 

 

 


 

 

Não me apetece escrever aqui nem em nenhum lado.

Os «ares» cá por casa andam como o tempo, muito chuvosos. A Mãe passa o tempo a chorar e sem paciência. O Sol parece que não entra pelas janelas e o sorriso e as gargalhadas que costumamos dar estão um bocadinho murchas.

O meu avô está de novo doente e esse é o motivo da grande tristeza da mãe. Digo-lhe que as coisas vão ficar melhores, ela sorri... mas não me convence.

 

Espero que esta trovoada passe depressa e que o Verão chegue rápido.

 

 

Quinta-feira, 15 de Novembro de 2007

Se isto se diz...

 

 

 

A uma filha e, depois, ainda diz que não tem stress.

 

Vinha toda contente da escola (hoje já fui porque me sentia melhor e já estava com saudades das minhas amigas), e comecei a mostrar à mãe as músicas que me tinham passado para o telemóvel.

 

- Desculpa Maria, mas não estou com paciência.

 

- Mas, ouve lá só esta....

 

- Não,  já disse. Não estou com paciência.

 

- Então, o que te apetece?

 

- Apertar-te o pescoço.

 

Acham que isto se diz? . Coitadinho do meu pescoço.

 

Deve ser das obras cá em casa. Só pode!

 

Eu que ontem até lhe fiz o jantarinho: arroz de salsichas. Era o que sabia fazer e até estava bom. Pus a mesa, tirei a loiça da máquina e coloquei outra.... Até sou boa filha .

 

Hoje dá-me esta resposta.

 

- Vai fazer o teste novamente, se faz favor!

 

- Não!

 

Nem insisto. É o melhor, até a trovoada passar.

 

 

Vou oferecer-lhe uma coisa destas:

 

 

 

Assim, já não tenho de fazer um seguro para o meu pescocinho!

 

 

Hoje estou assim: nem vou dizer
Gosto de ouvir: é melhor não
Sábado, 6 de Outubro de 2007

Carrancas

 

 

 

Até nem era para escrever nada, porque não me lembrava de nada interessante para contar, mas não resisti.

 

- Que caras são essas?

- Quais caras?

- Essas que estás a fazer enquanto escreves.

- Sei lá, não estou a fazer caras nenhumas.

- Não, não estás... Pára lá com isso. As pessoas não te vêem, escusas de fazer isso.

 

Faz com cada carranca que até parece a avó.

Como ficou zangada comigo por lhe dizer que parece a avó, perguntei-lhe:

- Amas-me? (pergunto sempre quando a zango).

- Amo-te, respondeu. Mas amo-te mais quando está a dormir.

Isto é resposta que se dê a uma filha?????

 

 

 

 

Hoje estou assim: Um anjinho
Gosto de ouvir: Chiquititas
Segunda-feira, 17 de Setembro de 2007

Para a melhor mãe do mundo

 

 

 

 

 

PARABÉNS!

 

 

Hoje estou assim: com miminhos para a mãe
Gosto de ouvir: Parabéns a você
Terça-feira, 4 de Setembro de 2007

Precisa de óculos

 

 

 

 

 

 

Durante as férias era raro o episódio do CSI que não víamos . A mãe gosta muito desta série. Acho que gosta mais do Nick   (acho que é assim que se escreve), mas isto ela não pode saber.

Houve um episódio que começou com morte da sogra da noiva, que também ia vestida de branco. A mãe estava deitada no chão (outra coisa de que gosta muito, mas que também não pode saber) e quando olhou perguntou:

- É a noiva?.

- Não, respondemos.

- Então, é o bolo? Parece de cobertura de maçapão .

Olhámos uns para os outros e desatámos a rir.

- Então mãe, estás pitosga? Não vês que é a morta?!!!!

- Até abriu a pestana.

A gargalhada foi até as férias acabarem. Dizíamos sempre que a mãe perguntava qualquer coisa: «É a Noiva? Então, é o bolo».

Aconselhei a mãe a marcar uma consulta, porque anda mesmo a precisar de óculos.

 

 

 

Hoje estou assim: sem parar de rir
tags: , , , , ,
LilypieNext Birthday Ticker

adopt your own virtual pet!

Eu sou assim, mas...

. 140 seguidores

myspace layouts, myspace codes, glitter graphics

Passaram por aqui:

counters

Estive a pensar

Não me apetece

Se isto se diz...

Carrancas

Para a melhor mãe do mund...

Precisa de óculos

Vou conseguir

Assim não vale

Baú das Bonecas

links

cool dancer
blogs SAPO
RSS